Ceará confirma mais mil casos de chikungunya em uma semana

O Ceará contabiliza 23,2 mil casos positivos para Febre Chikungunya este ano. Do total, 1.089 foram confirmados em uma semana, apontam dados mais recentes do  boletim de doenças de notificação compulsória, da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa).
Ainda de acordo com a Sesa, sete pessoas morreram devido à doença no Estado: cinco em Fortaleza, uma em Quixadá e outra em Crateús,  sendo dois (28,6%) do sexo masculino e cinco (71,4%) feminino com idades entre 12 e 89 anos. Permanecem 41 (73,2%) óbitos em investigação dos municípios de Quixadá (18), Fortaleza (9), Caucaia (2), Tamboril (2) e um em Forquilha; Graça; Ipu; Jaguaruana; Juazeiro do Norte; Mulungu; Pentecoste; Varjota e São Gonçalo do Amarante.
Ainda, segundo a Sesa, a taxa de incidência dos casos suspeitos da Chikungunya para o Ceará é de 452 casos por 100 mil habitantes. Foram notificados 908 (2,3%) casos em gestantes, destes 389 (42,8%) foram confirmados.
A maioria dos casos confirmados ocorreu em adultos, na faixa etária de 30 a 39 anos, sendo em idades compreendidas entre 0 e 101 anos (mediana 40 anos e moda 27 anos). Confirmaram-se casos em 189 (0,8%)  crianças com menos de um ano de vida. O sexo feminino foi predominante na maioria das faixas etárias, à exceção dos casos com idades entre 5 e 14 anos.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe