Em Santa Quitéria, ações policiais nas Eleições foram precisas para evitar consequências

A avaliação que é feita na Justiça Eleitoral é que a situação de Segurança para o processo de votação, dia 2 de outubro, quando serão eleitos os novos 184 prefeitos dos municípios cearenses e todos os novos vereadores das câmaras municipais, é de muita tranquilidade.
Somente para o Município de Icó foi preciso ser mandado um reforço policiais há alguns dias. Nas cidades de Caririaçu, Mombaça e Santa Quitéria foi preciso ações policiais para evitar maiores consequências. A previsão é que tudo transcorra com tranquilidade até o encerramento do pleito do primeiro domingo de outubro.
Para trabalhar na segurança do primeiro turno do pleito municipal, que acontece no próximo dia 2 de outubro, 5.600 policiais militares serão mobilizados no Ceará, com pelo menos um oficial da Polícia Militar (PM) em cada um dos 184 municípios cearenses. O efetivo está previsto no Plano de Segurança para as Eleições 2016, entregue nesta sexta-feira (23) ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), Abelardo Benevides, pelo secretário adjunto de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS), coronel Lauro Prado, e pelo comandante geral da PM, coronel Geovani Pinheiro.
Segundo o planejamento, apresentado em reunião no gabinete do presidente do TRE-CE, da Capital partirá, no próximo dia 27, um reforço de mil policiais para o Interior, que terá cerca de 4 mil homens atuando no dia das eleições.
Já em Fortaleza, 1.400 policiais estarão mobilizados, com reforço de 450 homens na Capital e  outros 220 na Região Metropolitana (RM). Cerca de 170 viaturas da PM circularão pela Capital no dia 2 de outubro, 80 na RM e 350 no Interior. Além disso, de acordo com o Plano de Segurança, uma aeronave também ajudará no trabalho de cobertura das ações da Polícia.
Na reunião, o secretário adjunto da SSPDS informou, ainda, que o Centro de Comando e Controle da Secretaria fará monitoramento da situação na Capital e acompanhará, também, as demandas oriundas do Interior do Estado.
O desembargador Abelardo Benevides, por sua vez, ressaltou que o Tribunal acompanha a segurança em todos os municípios “em constantes conversas com as autoridades competentes do Estado”. Também estiveram presentes na reunião a vice-presidente e corregedora regional eleitoral do TRE-CE, desembargadora Nailde Pinheiro Nogueira, o presidente da Comissão de Segurança do Tribunal, juiz Mauro Liberato, e o diretor geral, Hugo Pereira Filho.

Com informações do TRE-CE
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe