Líder do Comando Vermelho e membro do PCC no Ceará é preso em Goiás

Um dos líderes do Comando Vermelho (CV) e membro do Primeiro Comando da Capital (PCC) no Ceará e no Nordeste, Vicente Antônio de Freitas Filho, 30, foi preso na última quinta-feira (15), em Goiânia (GO), após investigação do trabalho de inteligência do Pacto Interestadual de Segurança Pública daquele Estado e operação da Polícia Militar.
A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP) nesta sexta-feira (16).

Preso em hotel com esposa e segurança
A Polícia recebeu a denúncia que Vicente Antônio estava em território goiano há poucos dias, de acordo com a assessoria de comunicação da SSP-GO. Ele estava chegando a um hotel, no qual se encontrava a esposa Jéssica Andrade da Silva e o segurança do casal Francisco José Costa, quando foi abordado.
Os três apresentaram identidades falsas na ação policial e foram detidos. O criminoso estava articulando o tráfico de drogas na região, segundo a investigação.

Acumulando crimes
Vicente Antônio acumula passagens na Polícia por homicídio, roubo, receptação, tráfico de drogas, falsidade ideológica, porte irregular de armas de fogo e formação de quadrilha. E ainda é acusado de extorsão, sequestro e cárcere privado, roubo de cargas e explosão de caixas eletrônicos.

Extrema violência e até decapitação das vítimas: "alta periculosidade", aponta major
De acordo com a investigação, o criminoso é conhecido por agir com extrema violência com suas vítimas, ao ponto de decapitar algumas. "É um criminoso da mais alta periculosidade", definiu o comandante do Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva da PM de Goiás, major Elder Joaquim da Costa.
O criminoso preso em Goiânia é conhecido pela polícia cearense como "Vicente Peru" e constava na lista dos mais procurados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE). Segundo o órgão, ele é fugitivo da antiga Casa de Privação Provisória de Liberdade Agente Luciano Andrade Lima (CPPL 1), no município de Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe