Operação da PF investiga fraude nos 4 maiores fundos de pensão e bloqueia R$ 8 bilhões

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta segunda (5), a Operação Greenfield, que investiga supostos desvios nos quatro maiores fundos de pensão do Brasil.
Os alvos são Funcef, Petros, Previ e Postalis. A sede da Eldorado Brasil -empresa do grupo J&F, de Joesley Batista e controladora da JBS- em São Paulo também é alvo.
Segundo a investigação, a ação é baseada em análise de deficits bilionários dos fundos de pensão. Ainda de acordo com a PF, em 8 de 10 casos analisados foram realizados investimentos de forma temerária ou fraudulenta pelos fundos de pensão, por meio dos FIPs (Fundos de Investimentos em Participações).
"Durante as investigações, alguns núcleos criminosos restaram configurados: o núcleo empresarial, o núcleo dirigente de fundos de pensão, o núcleo de empresas avaliadoras de ativos e o núcleo de gestores e administradores dos FIPs", informou ao PF.
A Justiça bloqueou bens e ativos de pessoas físicas e jurídicas investigadas no valor de aproximadamente R$ 8 bilhões. Os investigados podem responder por gestão temerária ou fraudulenta, além de outros crimes contra o sistema financeiro.
O nome da operação, Greenfield, remete a investimentos que envolvem projetos incipientes, ainda no papel, como se diz no jargão dos negócios.
A Eldorado disse, por meio de assessoria de imprensa, que não se manifestaria até ter as informações sobre a operação. A reportagem ainda não conseguiu contato com as outras investigadas.

Mandados
Ao todo, foram emitidos 127 mandados judiciais pela 10ª Vara Federal de Brasília, sendo 7 de prisão temporária, 106 de busca e apreensão e 34 de condução coercitiva. A operação ocorre nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Amazonas, além do Distrito Federal.

- São Paulo
Capital - 44 mandados de busca e apreensão, 17 conduções coercitivas e 1 prisão temporária
Campinas - 1 mandado de busca e apreensão e 1 condução
Santos - 1 mandado de busca e apreensão

- Rio de Janeiro
Capital - 28 mandados de busca e apreensão, 7 conduções coercitivas e 1 prisão temporária
Niterói: 3 mandados de busca e apreensão e 1 condução coercitiva

- Espírito Santo
Vila Velha - 1 mandado de busca e apreensão e 1 prisão temporária

- Bahia
Salvador - 1 mandado de busca e apreensão e 1 condução coercitiva
Ilhéus - 1 mandado de busca e apreensão;

- Paraná
Curitiba - 1 mandado de busca e apreensão

- Rio Grande do Sul
Porto Alegre - 2 mandados de busca e apreensão e 1 condução coercitiva

- Santa Catarina
Florianópolis - 3 mandados de busca e apreensão, 1 condução coercitiva e 1 mandado de prisão temporária

- Amazonas
Manaus - 2 mandados de busca e apreensão

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe