PF e Batalhão de Choque reforçam segurança em Icó após atentados

A uma semana das eleições municipais, o clima é tenso em Icó (município a cerca de 300km de Fortaleza). Na madrugada deste sábado (24), a casa do auxiliar de escritório e militante político Gustavo Nogueira foi alvejada com tiros. A mesma coisa aconteceu em outra residência na quinta-feira (22) à noite. A situação levou ao reforço do policiamento. 
Agentes da Polícia Federal, do Batalhão de Choque e do Comando Tático Rural (Cotar)reforçam a segurança na cidade. Também houve o aumento de policias militares e, na próxima semana, agentes da Polícia Civil também estarão no município. 

No caso desta madrugada, as balas atravessaram o portão e atingiram o veículo que estava estacionado dentro do imóvel. Nogueira disse que na hora da ação, por volta das 0h30, ele estava acordado quando os disparos começaram. Após os tiros, ele ainda ouviu o barulho de uma motocicleta.
Além das ocorrências desta semana, este período eleitoral em Icó já teve outros atentados. As casas de um fiscal da propaganda eleitoral e de um candidato a vereador também foram alvejados. A residência de outra ativista política foi incendiada e o carro de um comerciante também foi atingido por disparos.

Com informações do colaborador Richard Lopes. 
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe