Três cidades do Ceará têm mais eleitores do que habitantes

Um cruzamento entre os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a última estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada dia 30 de agosto, mostra que três cidades do Ceará possuem mais eleitores registrados do que habitantes. O levantamento foi feito pelo jornal Folha de S. Paulo e revela que, em todo o Brasil, 352 municípios têm mais votantes do que moradores. 
Conforme os dados, a cidade de General Sampaio possui, para o pleito deste ano, 7.500 eleitores enquanto a estimativa populacional do IBGE é de 6.845 habitantes em 1º de julho de 2016. A situação é semelhante em Granjeiro, que tem 411 eleitores a mais do que pessoas residindo na cidade. Em Guaramiranga, a diferença é ainda maior. O município localizado no Maciço de Baturité registra 2.096 votantes a mais do que residentes.
Segundo a Folha de S. Paulo, essa comparação não indica necessariamente que haja um problema. O número de eleitores, por exemplo, pode ser influenciado por fatores como pessoas que mudaram de cidade, mas não transferiram seu título de eleitor, ou por pessoas que morreram, porém a Justiça Eleitoral não ficou sabendo. 
O levantamento mostra que o número de eleitores superior ao de habitantes ocorre, na maioria das vezes, em cidades pequenas do Interior. Desses 352 municípios, 296 têm menos de 5 mil habitantes. Uma a cada quatro está em Minas Gerais; somando-se as de Goiás e Piauí, chega-se quase à metade delas.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe