Vaiado em comício, Camilo Santana manda estudantes da UECE se aquietarem

Estudantes da Universidade Estadual do Ceará (UECE) aproveitaram a vinda do Governador Camilo Santana a Quixadá, nesta terça-feira, 13, e realizaram um protesto no qual pediram providências para o fim da greve na instituição, que já dura mais de quatro meses.
Munindo cartazes com frases do tipo “UECE em greve, Camilo a culpa é sua”, os estudantes marcaram presença no comício do PT e cobraram o cumprimento de compromissos firmados pelo governador.
Aparentando surpresa com o volume do manifesto e com as vaias que lhe foram dirigidas, Camilo fez um discurso duro, inclusive mandado que os estudantes da UECE ‘se aquietassem’.
Sobre nomeação de professores concursados, o petista disse que não chamaria professores para ganhar dinheiro ficando em casa, causando muita indignação nos manifestantes. Ele também afirmou que o salário dos professores da rede estadual do Ceará é um dos melhores do Brasil.
Conforme é possível escutar em vídeos publicados nas redes sociais, houve quem reagisse chamando o governador de “vagabundo”. Não houve necessidade de intervenção policial.
Relatos também das redes sociais davam conta de que a PM recebeu diversas ligações telefônicas em virtude do evento ter ido além das 22 horas.
O Deputado Osmar Baquit, que precedeu Camilo no discurso, também foi alvo de vaias.
O evento também contou com a presença de apoiadores políticos que, por sua vez, aclamaram a presença do chefe do executivo cearense.

Monólitos Post
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe