Ex-deputado chega a Curitiba sob gritos de 'Fora Cunha'

Preso preventivamente na Operação Lava Jato, o ex-deputado Eduardo Cunha chegou na sede da Polícia Federal em Curitiba na tarde desta quarta-feira (19) aos gritos de"Fora, Cunha". O peemedebista chegou por volta das 17h15 (horário de Brasília), numa viatura descaracterizada, cujo trajeto foi acompanhado por um helicóptero.
Cerca de 20 manifestantes e curiosos aguardavam em frente à PF, a maioria do movimento Curitiba contra a Corrupção. A polícia, porém, despistou o grupo e a imprensa: o carro em que Cunha estava entrou pelos fundos do prédio, e só depois ingressou na garagem.
Os manifestantes, mesmo assim, aplaudiram a chegada das viaturas aos gritos de "Polícia Federal, orgulho nacional", e cantaram o hino nacional na sequência. Eduardo Cunha ficará em uma cela individual, apesar de outros 10 presos na Lava Jato estarem também na carceragem da PF em Curitiba.

Acusação
Cunha é réu sob acusação de corrupção na Justiça Federal do Paraná. Sua prisão foi ordenada pelo juiz Sergio Moro, que entendeu que havia risco à investigação e à ordem pública.
A mobilização dos manifestantes foi feita na mesma tarde, pelas redes sociais. "Jogou na rede, é peixe. Ainda mais peixe grande", diz a professora aposentada Narli Resende, 59, uma das organizadoras da manifestação.

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe