Secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social alerta sobre os riscos sociais da PEC 241

O secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará e Presidente do Fórum Nacional de Secretários Estaduais de Assistência Social (Fonseas), Josbertini Clementino, em entrevista ao Jornal Alerta Geral, pela Somzoom Sat, destacou os alertas para a PEC 241 que provocará, segundo ele, redução de R$ 6 bilhões nos investimentos sociais no primeiro ano da emenda, podendo chegar a R$ 125 bilhões, em 10 anos, e R$ 868 bilhões, em 20 anos. 
O secretario disse que “Os cortes nos recursos federais destinados à Assistência Social, somente este ano, já somam R$ 400 milhões. Se aprovada a PEC – 241/2016, da forma como está posta no novo regime fiscal, então, será catastrófico para o setor, sobretudo para as camadas carentes, para a parte mais fragilizada da sociedade”. e disse também que “Em 2017, conforme cálculos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a PEC 241 provocará uma redução de R$ 6 bilhões nos investimentos sociais somente no primeiro ano, podendo chegar a R$ 125 bilhões, em 10 anos, e R$ 868 bilhões, em 20 anos. É um poço sem fim”,.
Em reunião realizada na ultima quarta-feira, 5, o Fórum assinou manifesto contra a PEC 241, alertando que o corte de recursos imposto pelo governo irá comprometer a rede do Sistema Único de Assistência Social já instalada, a qualidade dos serviços e congelar novas ofertas, isso sem considerar a atual crise econômica e o crescimento vegetativo natural da sociedade, no futuro próximo.

Ceará Agora
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe