TRE convoca tropa federal para atuar no 2° turno das eleições

Em sessão do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) na tarde desta quinta-feira, 6, o presidente do Tribunal, o desembargador Abelardo Benevides decidiu convocar a tropa federal (exército brasileiro) para atuar na segurança do segundo turno das eleições no Ceará, que acontecem no próximo dia 30 de outubro. A requisição agora será enviada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 
O pedido havia sido feito por juízes eleitorais ao TRE na noite da última terça-feira, 4, por causa da atuação policial no dia da votação do primeiro turno. De acordo com o relato de juízes e promotores eleitorais da Capital cearense, vários policiais teriam agido em benefício do candidato Capitão Wagner (PR) ou de forma truculenta. 
A presidência do TRE-CE havia despachado pedido para consultar o juiz Mauro Liberato, presidente da Comissão de Segurança Permanente da Justiça Eleitoral do Ceará, o procurador regional eleitoral, Marcelo Monte, e o governador do Estado, Camilo Santana (PT), sobre o envio das tropas federais.Todos se manifestaram favoravelmente.
"O exército vai participar, mais ligada à Justiça Eleitoral. Mas a polícia militar também vai estar envolvida na segurança nas ruas. Agora, temos mais uma força agregada", disse Abelardo. 
"Acredito ainda que, pelo que nos vimos, é mais para sossegar os ânimos do que necessariamente uma ameaça que haja sobre a lisura do pleito", afirmou Monte.

Com informações de Daniel Duarte
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe