Avião de carga cai na Colômbia e deixa 5 mortos; uma pessoa sobrevive

Um avião de cargas modelo Boeing 727, da empresa Aerosucre, caiu na Colômbia, na noite da última terça-feira (20), e deixou 5 tribulantes do vôo mortos. Apenas uma pessoa sobreviveu ao acidente e se encontra em quadro estável, no hospital.
Segundo a Aeronáutica Civil, da Colômbia, o avião, de matrícula HK-4544, embarcou de Puerto Carreño e tinha como destino Bogotá, em um vôo doméstico. Entretanto, três minutos após a decolagem do Aeroporto Germán Olano, a aeronave caiu, próximo à fronteira com a Venezuela, em uma área conhecida como As Fazendas. A causa do acidente está sendo apurada.
Morreram o capitão Jaime Catillo, o copiloto Mauricio Guzmán, o engenheiro de vôo Pedro Duarte, o despachador Felipe Vargas e o operador de empilhadeira Nelson David Rojas, de acordo com informações da Aeronáutica. Uma das vítimas chegou a ser socorrida com vida, mas faleceu ao chegar no hospital.
O único sobrevivente foi o técnico de vôo Diego Armando Vargas Bravo, que foi salvo e transferido com urgência ao hospital San Juan de Dios, em Puerto Carreño, onde teve o quadro estabilizado. Ele será transferido para Bogotá em um avião da Força Aérea Colombiana.

Segundo acidente aéreo na Colômbia em um mês
Há menos de um mês, no dia 29 de novembro, um avião que levava a delegação da Chapecoense caiu em Medellín, matando 71 pessoas, entre tripulantes e passageiros. Esse acidente ficaria conhecido como a maior tragédia do esporte e do jornalismo esportivo brasileiros, vitimando a delegação do time de futebol Chapecoense e 22 jornalistas que iam cobrir a final da Copa Sul-Americana.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe