Cearense é encontrada cimentada na parede de casa em São Paulo

O corpo de uma cearense foi encontrado na última terça, 6, cimentado na parede debaixo da escada na residência onde morava, no distrito de Lajeado, município de Guaianazes, em São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSPSP), a dona de casa Josefa Alves do Nascimento, 45, mais conhecida como Vera, natural de Quixelô (a 337 quilômetros de Fortaleza) estava desaparecida desde o dia 31 de outubro. A mulher foi encontrada com a ajuda de um cão farejador. O marido da vítima, Normandes de Campos Freitas cometeu suicídio.
Ainda de acordo com informações a Secretaria da Segurança, na quinta, dia 1o, foi registrado o desaparecimento da dona de casa no 68o Delegacia de Polícia de Lajeado e o caso foi transferido para a Delegacia de Investigação sobre Pessoas Desaparecidas (DIPD), no Bairro da Luz, em São Paulo. Policiais realizaram várias diligências, até que, com a ajuda de um cão farejador, o corpo da vítima foi encontrado em estado de decomposição.
O filho da vítima informou à Polícia que a última vez que viu a mãe foi no dia 31 de outubro, antes de ir à faculdade. O corpo do marido foi achado em um quarto de hotel, sem sinais de violência na última terça, 6, e foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo.
Uma das vizinhas da vítima, segundo a SSPSP, alegou que a família era calma, aparentemente tranquila e relatou ter ouvido barulhos de construção vindos da residência. Já o filho da vítima afirmou que o pai havia lhe informado que a mãe tinha ido embora de casa. Foi requisitado um exame necroscópico, toxicológico e coleta de material hematológico no Instituto Médico Legal (IML) e no Instituto de Criminalística, ambos de São Paulo. O caso foi registrado como homicídio simples, ocultação e destruição de cadáver.

O POVO Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe