Gilmar Mendes sugere impeachment do ‘colega’ ministro Marco Aurélio, do STF

“No Nordeste se diz que não se corre atrás de doido porque não se sabe para onde ele vai”. Foi a declaração do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes quando questionado sobre a decisão do 'colega’ ministro Marco Aurélio Mello, também do STF, de afastar o presidente do Senado, Renan Calheiros.
Em entrevista ao Blog do Moreno, do jornalista Jorge Bastos Moreno, de O Globo, sugeriu ainda que a decisão do ministro contra Renan é caso de inimputabilidade ou de impeachment de Mello.
“Não se afasta o presidente de um poder por iniciativa individual e com base em um pedido de um partido político [solicitado pela Rede] apenas, independentemente da sua representatividade”, completou.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe