Publicidade

Governo boliviano conclui que LaMia e piloto são responsáveis pela tragédia

O governo boliviano concluiu que a companhia aérea LaMia e o piloto Miguel Quiroga são os responsáveis pela tragédia com o avião que levava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, no dia 28 de novembro. 71 pessoas morreram no acidente, entre elas, o próprio comandante da aeronave. . 
O ministro de Obras Públicas da Bolívia, Milton Claros, apresentou nesta quarta-feira, em coletiva de imprensa, os resultados das investigações.
O que aconteceu neste trágico evento é de responsabilidade direta da empresa LaMia e do piloto – disse o ministro.
Milton Claros ainda afirmou que houve "uma cadeia de erros" que o governo abriu processos administrativos e legais contra funcionários da LaMia. Como medida preventiva, o ministro afirmou que o aumento da vigilância e do controle sobre voos no país.
Extraoficialmente, a queda do avião é atribuída à falta de combustível.

Globo Esporte
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe