Greve dos servidores da UFC é encerrada

Os servidores técnico - administrativos da Universidade Federal do Ceará (UFC) decidiram pelo fim da greve da categoria, em assembleia geral realizada nesta quarta-feira (14), e os quase 4 mil servidores retornarão as suas atividades normais a partir desta quinta-feira (15). O movimento, que durou 45 dias, foi deflagrado em protesto à PEC 55/241. 
De acordo com o coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais do Ceará (Sintufce), José Raimundo Soares, os servidores da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e da Universidade Federal do Cariri (UFCA) realizarão assembleias independentes, mas a perspectiva é de que os movimentos também se encerrem.
"Não se tinha mais o que fazer já que a PEC foi aprovada. Mas a greve foi importante por ser uma reação aquilo que está sendo imposto pelo governo e nós tivemos um movimento representativo em termos de categoria, com várias atividades nas ruas, junto com os estudantes, para denunciar essa PEC que é terrível por delimitar os gastos, principalmente do setor primário, e que atinge tudo, até saúde e educação", avalia José Raimundo.
O texto-base da PEC do Teto dos Gastos Públicos foi aprovada pelo Senado em segundo turno, nesta terça-feira (13), por 53 votos a 16. A medida institui o congelamento dos gastos públicos por 20 anos nos três poderes (executivo, legislativo e  judiciário), no Ministério Público da União e na Defensoria Pública da União. 

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe