Homem ganha 14,7% a mais que mulher no CE

O crescimento econômico do Brasil na última década não se refletiu em mais igualdade no mercado de trabalho. Antes mesmo dos efeitos da crise econômica abater o País, as mulheres brasileiras continuavam trabalhando mais - cinco horas a mais, em média - e recebendo menos.
No Ceará, em 2015, os homens (R$ 1.217) ganhavam 5,5% acima da média estadual (R$ 1.153) e 14,70% mais que as mulheres (R$ 1.061), segundo a Síntese de Indicadores Sociais (SIS), divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Quando a área investigada é a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), a diferença entre a média salarial masculina (R$ 1.503) e feminina (R$ 1.242) é ainda maior: 21,01%.
Nacionalmente, a renda das mulheres equivale a 76% da renda dos homens e elas continuam sem as mesmas oportunidades de assumir cargos de chefia. A dupla jornada também segue afastando muitas delas do mercado de trabalho, apesar de elas serem responsáveis pelo sustento de quatro em cada dez casas.

Diário do Nordeste
Cadernos:
[disqus][facebook]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget