Publicidade

Lava Jato oferece nova denúncia contra Lula por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

A força-tarefa da Operação Lava Jato apresentou nova denúncia nesta quinta-feira (15) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sob acusação de crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro relacionada à empreiteira Odebrecht.
É a terceira denúncia de Lula no âmbito da Lava Jato e a quinta dele neste ano -também foi acusado nas operações Zelotes e Janus.
É a primeira vez que o ex-presidente é acusado formalmente por relações com a Odebrecht pela força-tarefa.
Além dele, foram denunciadas oito pessoas, incluindo a ex-primeira-dama Marisa Letícia, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e o ex-ministro Antonio Palocci.
Segundo os procuradores, parte das propinas pagas pela Odebrecht em contratos da Petrobras foi destinada para a aquisição de um terreno na zona sul de São Paulo onde seria construída a sede do Instituto Lula.
A denúncia também sustenta que foi adquirido com os valores um apartamento vizinho à cobertura onde mora o ex-presidente, em São Bernardo do Campo (SP).
O imóvel está no nome de Glaucos da Costamarques, que, para a acusação, "atuou como testa de ferro de Lula, em transação concebida por Roberto Teixeira", advogado e compadre do ex-presidente. Os dois também foram denunciados.

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe