Publicidade

Mesmo em crise, Estado compra dois helicópteros

As duas aeronaves modelo Air Bus H-135 Helionix são da última geração e custaram juntas mais de R$ 80 milhões. Os helicópteros deverão ser utilizados pela Ciopaer em operações policiais e resgates, mas o valor da compra é questionado pelos profissionais da segurança pública por entenderem que, no momento, existem outras prioridades.
“Os destacamentos do interior estão sucateados. Há uma semana bombeiros se feriram porque utilizavam uma viatura antiga na serra e o Governo gastando 80 milhões em dois helicópteros”, questiona Reginauro Souza, presidente da Associação dos profissionais de Segurança (APS).
Reginauro lembra que, além de custarem caro, a manutenção dessas aeronaves também tem um alto custo. “A manutenção de uma aeronave dessa é caríssima, sem falar no combustível que ela consome”, diz.
Outro fato preocupante na aquisição dos helicópteros é que ela se dá sem que o governo avalie propostas ou opções mais em conta, isso porque Camilo Santana teria se utilizado de uma manobra para fazer a compra sem necessitar de licitação.
“Quando você coloca características que só um modelo possui, você impede que outras empresas concorram na licitação”, diz o deputado estadual Capitão Wagner (PR).
O deputado também questiona o modelo das aeronaves, que seriam luxuosas demais para a função. Para a associação que representa os praças da polícia e dos bombeiros, esse dinheiro poderia ser mais bem aplicado. “Nós temos um déficit de quase 17 mil policiais no Ceará e no Interior os profissionais trabalham em locais totalmente insalubres onde esse recurso seria muito mais bem aplicado”, diz Pedro Queiroz, Presidente da ASPRAMECE.

CNEWS
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe