No último Programa do Jô, apresentador agradece a Silvio Santos e encerra com 'a gente volta já'

"Um até logo, a gente volta já", foi assim que Jô Soares encerrou a temporada do Programa do Jô, nesta sexta-feira (16), na Globo. O cartunista e amigo Ziraldo foi o convidado escolhido para a derradeira entrevista. "Vai ser um programa normal. Como sempre foi. E vou entrevistar o Ziraldo", disse Jô, que pretendia conduzir o programa igual a todos os outros. 
Logo no início ele aproveitou para homenagear cada membro da equipe e agradecer as pessoas que o ajudaram ao longo da carreira. A todos ele deixou um sincero “eterno beijo do gordo”. Aos músicos da banda ele se declarou: “Eles já fazem parte do meu DNA. Obrigada a vocês por terem me acompanhado nesses 28 anos”. Ainda nos agradecimentos, o apresentador Silvio Santos foi lembrado duas vezes por ter aberto as portas para o humorista. “Quero agradecer ao Silvio Santos, porque esse programa modificou minha vida, e foi graças a ele que tudo começou.”
Se dirigindo à plateia e ao público de casa ele se declarou: “A minha vida, antes de qualquer coisa, foi modificada, mudou graças a essa plateia, graças a vocês. Por que eu quero sempre ter uma plateia na minha frente? Porque sem plateia eu não existo. Agradeço sempre, do fundo do meu coração”. Pelo sofá do Jô passaram personalidades que vão de Luiz Carlos Prestes a Dom Helder Câmara, incluindo estrelas do shows business e figuras anônimas. “Contando com a outra temporada no SBT foram 14.426 entrevistas. Haja bunda nessa cadeira”, brincou o apresentador.
A entrevista com Ziraldo serviu como fio condutor para Jô repassar momentos da própria trajetória. A espontaneidade do cartunista deu o toque de humor ao momento de despedida. A partir das caricaturas feitas por Ziraldo, Jô rememorou situações que viveu com personalidades famosas. Ele afirmou que Ziraldo teria feito previsões que não se concretizaram. 
"Quando estreei o programa ele disse: Esse programa não dura nem um mês’. Depois, lancei O Xangô de Baker Street (1995), e ele falou: ‘Com esse título não vai vender um livro’".  O cartunista revelou o desejo de ter um programa junto com Jô e o escritor Luis Fernando Veríssimo. Segundo Ziraldo, o programa se chamará “Não confie em ninguém com menos de 70 anos”. Em outro trecho da entrevista, Jô explicou que decidiu chamar todos os entrevistados de você. Desde um ministro até um engraxate. "Uma das coisas que mais me orgulho é ter estabelecido um tratamento comum".

Diário de Pernambuco
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe