PF cumpre mandados nas casas de ministro do TCU e de deputado federal

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta segunda-feira (5) pela Polícia Federal, com apoio da Procuradoria-Geral da República (PGR), nos domicílios do atual ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) e ex-senador pelo PMDB Vital do Rêgo e do deputado federal pelo PT e ex-presidente da Câmara Marco Maia. As informações são do portal G1.
A suspeita é de que Vital do Rêgo e Marco Maia cobraram propinas de fornecedores da Petrobras a fim de blindá-los e impedir suas convocações na CPI mista do Congresso. Na época, o atual ministro do TCU era senador e presidia a CPI. Marco Maia, por sua vez, era relator da comissão.
A autorização dos mandados foi efetivada pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Em maio, ele já havia autorizado a abertura de inquérito contra os dois, tendo como base a delação do senador cassado Delcídio do Amaral. Na abertura do inquérito, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, defendeu que os fatos apontados por Delcídio configuram crimes de concussão ou corrupção passiva.
O executivo da Andrade Gutierrez Gustavo Xavier Barreto disse à força-tarefa que a blindagem aos empreiteiros foi discutida com a presença do ministro do TCU na casa de familiares do ex-senador Gim Argello (PTB-DF), preso e condenado pela Lava Jato.

Redação Web

    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe