12 pessoas são indiciadas no inquérito sobre a morte de três PMs em Quixadá

A Polícia Civil concluiu o inquérito que investiga a morte de três policiais militares no dia 30 junho de 2016, no distrito de Juatama, zona rural de Quixadá. De acordo com as informações da Polícia, 12 pessoas foram indiciadas ao todo, seis pela morte dos policiais e outras seis por associação criminosa. Os indiciados atuaram no crime que culminou na morte do cabo Antônio Joel de Oliveira Pinto, do soldado Antônio Lopes Miranda Filho e do sargento Francisco Guanabara Filho.
“Após 6 meses, a polícia judiciária, dada a repercussão que o caso gerou para todos do sertão central, sobretudo, para os munícipes de Quixadá e os familiares das vítimas mortas, científica a todos, que o inquérito finalmente foi concluído e remetido para o poder judiciário”, esclareceu a Polícia Civil em sua página no Facebook. A Polícia detalhou que os indiciamentos foram por “tentativa de homicídio com relação a um, sequestro com relação a outros dois, roubo a vários carros tomados de assalto durante a fuga e por crime de associação criminosa”.
A equipe a frente das investigações agradeceu o apoio e confiança irrestrito do poder judiciário e do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). Na nota a equipe esclareceu que a comarca sempre “esteve à disposição,em todas as nossas provocações quando se tratava de segregar um indivíduo que poderia atrapalhar nas investigações. Sem vocês, certamente não tivéssemos tanto êxito”, disseram.
“A polícia judiciária fez o que tinha que fazer, consciente de que, não será possível suprir a falta que cada policial morto, hoje, faz para cada um da sua família, mas de ‘alma leve’ por ter feito uma investigação que não mediu qualquer esforços para segregar os verdadeiros culpados, independente de nomes, ou de posição social que ostentavam na sociedade. Com a certeza que a justiça foi feita, fechamos esse ciclo e torcemos para que os foragidos um dia apareçam”.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe