Publicidade

Cármen Lúcia autoriza que auxiliares de Teori retomem delações da Odebrecht

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, autorizou que os juízes auxiliares do gabinete de Teori Zavascki, morto na semana passada em uma queda de avião, continuem com os trabalhos nas delações premiadas de executivos e ex-executivos da Odebrecht. A ordem foi dada noite desta segunda-feira (23). Com informações do portal G1.
Por causa da morte, os juízes que atuavam no caso tiveram que parar suas atividades. A série de depoimentos que estava marcada para esta semana, então, se mantém. 
Cármen Lúcia decidiu por ser a plantonista do Supremo durante o recesso judiciário por causa da urgência do tema, levando em consideração que há delatores do esquema ainda presos. Ela ainda decidirá sobre o que fazer com a relatoria da Lava Jato.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe