Publicidade

Homem invade casa, mata ex-mulher, filho e mais dez em Campinas

Uma festa de Réveillon terminou em tragédia na cidade de Campinas, no interior de São Paulo. Um homem invadiu uma casa, localizada no Jardim Aurélia, e matou a tiros a ex-mulher, o filho de nove anos e outras dez pessoas que estavam no local.
Segundo a Polícia Militar, o assassino se matou na sequência com um tiro disparado contra a própria cabeça. Ao todo, foram baleadas 15 pessoas na residência. Das quatro pessoas que foram resgatadas com vida da casa, uma morreu no hospital e outras três permanecem internadas em estado grave nas unidades de emergência de Mário Hatti e Celso Pierro.
A lista com os nomes das vítimas fatais ainda não foi divulgada pela polícia, mas entre elas estão nove mulheres, uma criança e dois homens.

Crime
O atirador foi identificado apenas como Sidney. Ele seria ex-marido de uma das vítimas, que morreu no local. De acordo com a PM, o acusado não teria aceitado a separação e, por isso, teria cometido o crime. A chacina ocorreu pouco antes da virada do ano, na rua Pompílio Morandi. De acordo com testemunhas, o acusado chegou ao local de carro e invadiu a casa pulando um muro.
Ao entrar na casa, atirou contra as pessoas que estavam na festa. Um dos convidados que viu a cena conseguiu pular o muro da residência e pediu ajuda a um vizinho, que chamou a polícia.Os corpos das vítimas já foram retirados do local. Vizinhos e testemunhas, até agora, não quiseram falar com a imprensa.
A chacina será registrada no 4º Distrito Policial da cidade.

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe