Secretaria de Segurança troca alta cúpula da PM após divergência

Horas após o anúncio oficial, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) voltou atrás e trocou novamente a alta cúpula da Polícia Militar do Ceará (PMCE). O titular da Pasta, André Costa, revelou, em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (18), que as novas mudanças foram tomadas após os três coronéis indicados para o Comando da PM recusarem o convite por discordarem da escolha do tenente-coronel Alexandre Ávila para o cargo de secretário-adjunto de segurança do Estado.
“Houve uma interpretação de que a indicação do tenente-coronel Alexandre para secretário-adjunto quebraria a hierarquia-disciplina. Mas é um entendimento que já foi esclarecido em reunião. Faltou, provavelmente, um pouco de diálogo antes. Primeiro, é uma função civil, e não militar. E é um cargo que é de escolha do secretário e tem aval do governador do Estado. O tenente-coronel Alexandre tem todas as capacidades e conhecimento e é um nome reconhecido e respeitado por toda a tropa e pelas demais vinculadas”, argumentou André Costa.
Para o comando geral da PM, o coronel Ronaldo Viana assumiu o lugar deixado pelo coronel Kennedy Pimentel Lopes. O coronel Adriano Soares será o subcomandante da corporação, cargo deixado pelo coronel Willamar Lobo Galvão. Já o secretário-executivo do órgão será o coronel Vandesvaldo de Carvalho, no lugar do coronel José Rocha Franco Neto.
Para a alta cúpula da Polícia Civil do Ceará (PCCE), foram confirmados  Everardo Lima da Silva como delegado geral, Marcus Rattacaso como delegado geral adjunto e Sérgio Pereira como chefe de gabinete.
A cúpula do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará será formada pelo coronel Heraldo Pacheco na posição de comandante geral, pelo coronel Carlos Viana como subcomandante e pelo coronel Marcos Viana como secretário-executivo.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe