Publicidade

Camilo Santana anuncia proposta de reajuste para os servidores

O governador Camilo Santana (PT) participou, nesta quinta-feira (2), da sessão de instalação da 3° Sessão Legislativa da 29ª Legislatura da Assembleia Legislativa. Na ocasião, o chefe do Executivo fez a leitura da mensagem governamental com as prioridades para 2017, além de apresentar o balanço das ações realizadas no ano anterior.
O anúncio do reajuste para os servidores estaduais, que era um dos momentos mais aguardados, aconteceu somente o após o pronunciamento no Plenário. Camilo afirmou que a ideia é ofertar 6,29% para os profissionais que recebem um salário mínimo e revisão de 2% para os demais servidores.
Conforme o governador, não é possível ofertar mais do que a Lei de Responsabilidade Fiscal permite, principalmente em um cenário de incertezas econômicas em 2017.
“Nós temos a previsão de convocar mais 1.400 novos policiais militares, iniciamos o pagamento, no ano passado, do novo Plano de Cargos e Carreiras da Polícia Civil, novos concursados das  universidades entrarão este ano, a nova turma da Polícia Civil...Então tudo isto tem que ser contabilizado e, mais do que isso, há uma previsão de um grande aumento no déficit da Previdência este ano.”, explicou Camilo.
O governador afirmou ainda que o reajuste deve ser pago logo após a aprovação da proposta na Assembleia, assim como retroativo referente a 1º de janeiro deste ano. 
“Espero que os servidores compreendam que nenhum estado está dando revisão, nenhum estado está dando aumento, nós estamos fazendo um esforço dentro da limitação que o estado é possível.”, comentou.
Camilo Santana complementou ainda que o Governo continuará fazendo revisões e correções em categorias que estão com remunerações defasadas e distorcidas.
“Eu não posso ser irresponsável de dar qualquer aumento maior com o risco de comprometer as finanças do estado do Ceará, de comprometer os serviços da população cearense em um momento de tantas incertezas no cenário econômico que o Brasil atravessa.”, finalizou.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe