Hackers divulgam conteúdo das mensagens trocadas por Marcela Temer no Facebook

O grupo hacker Anonymous divulgou, na página deles no Facebook, informações sigilosas da clonagem do celular da primeira-dama Marcela Temer. Este conteúdo foi divulgado em forma de imagem e também através de um link compilado. O hacker que clonou o celular de Marcela foi condenado, em primeira instância, a 5 anos de prisão.
A Justiça havia obrigado o jornal Folha de S.Paulo e a Globo a retirarem o conteúdo dos sites deles, além de proibir qualquer publicidade de tais dados. 
Segundo as reportagens, o hacker havia ameaçado Marcela dizendo que "achei que esse vídeo joga o nome do vosso marido na lama. Quando você disse que ele tem um marqueteiro que faz a parte baixo nível... pensei em ganhar algum com isso".
O hacker havia solicitado R$ 300 mil para não revelar uma conversa dela com o irmão sobre um marqueteiro do então vice-presidente Michel Temer.



Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe