O 1º mês da gestão Tomás Figueiredo

Há exatamente 1 mês atrás, Tomás Figueiredo assumia pela 4ª vez, os destinos do município de Santa Quitéria. E nas próximas linhas, o AVSQ narra o que marcou o 1º mês de administração.

Herança
À Tomás e sua equipe de trabalho, uma herança maldita foi entregue: veículos sucateados, sumiço de documentos e equipamentos e dívidas com fornecedores e o funcionalismo público.

Fiscalização
O município logo decretou estado de calamidade financeira por 90 dias, fato este que logo motivou a primeira fiscalização do TCM este ano.

Limpeza Pública
Um dos primeiras metas da nova gestão foi sobre a limpeza pública, onde removeu uma grande quantidade de entulho e lixo espalhados nas ruas, mas que ainda há muito a recolher. sendo essencial que se dê continuidade ao trabalho. Que seja dado reconhecimento, mas que também a população faça a sua parte com educação e cidadania.

Secretariado Incompleto
Até o momento, estão nomeados Jean Siqueira (Administração), João Batista Júnior (Obras), Sandra Silva (Educação) e Fátima Laurênia (Institucional), além de alguns chefes de setores. Outras pastas cotidianas como agricultura, cultura, esporte e segurança estão em vacância, o que tem sido questionado por alguns populares.

De acordo com a pesquisa feita pelo AVSQ (assista aqui), muitas pessoas responderam que ainda é cedo para fazer avaliações sobre a gestão, colocando o prazo de 03 meses para 'colocar a casa em ordem'. Mesmo assim, 134 pessoas consideraram como ótima, 34 como regular e 27 como ruim.
O clamor dos quiterienses é para que a administração saia dos seus gabinetes, arregace as mangas e mostre serviço nas ruas, fazendo jus a confiança depositada em outubro passado para reerguer Santa Quitéria.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe