Agência Mundial Antidoping realiza vistoria no Brasil

Segundo e Folha de S. Paulo, a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) recebeu, nesta semana, em Brasília, uma auditoria da Agência Mundial Antidoping (Wada, em inglês). Três oficiais da organização internacional verificarão a aplicação dos padrões técnicos internacionais previstos no Código Mundial Antidoping. A ABCD está descredenciada da Wada desde novembro do ano passado por não estar cumprindo o código mundial.
Este procedimento só havia sido executado na Rússia, devido aos recentes escândalos envolvendo o doping, e o Quênia. A federação russa de atletismo esta descredenciada da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, em inglês) desde o final de 2015 e foi banida da Rio-2016.
Além de verificar se o código mundial está sendo respeitado, os representantes também analisarão se a ABCD cumpre com todas as recomendações e padrões em áreas de gestão de resultados e procedimentos técnicos. A Wada busca descobrir se as normas de testes e investigações seguem os padrões internacionais.
Outra preocupação está relacionada a concessão de Autorizações de Uso Terapêutico. Este documento permite que atletas consumam, mediante a prescrição médica, substâncias proibidas presentes na lista da Wada.
A comitiva da agência mundial deve permanecer em solo brasileiro durante uma semana. Também serão realizadas entrevistas individuais com funcionários das áreas operacionais,
Com o fim da conferência, a Wada fará recomendações ao conselho da entidade a respeito da conformidade da ABCD, que tentar voltar a ser credenciada pela organização internacional. 

Terra
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe