Corpo da cantora Loalwa Braz ainda aguarda liberação para enterro

O corpo da cantora Loalwa Braz continua no Instituto Médico Legal (IML) de Araruama, na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro, aguardando uma ordem judicial que autorize a sua retirada.
A família da cantora teve dificuldade em realizar exames de DNA para identificar o corpo da artista, o que levaria Loalwa a ser sepultada na condição de indigente e era rejeitado. Agora, finalmente, o sepultamento deve sair.
Segundo o irmão da cantora, Walter Braz, o exame de DNA comprovou que o corpo era mesmo de Loalwa e o resultado saiu alguns dias antes do Carnaval. Segundo ele, a burocracia ainda impede a família de enterrar a cantora. Eles tiveram que esperar a Polícia Civil do Rio sair de greve.
O motivo para a demora em fazer os exames também se deu por falta de nitrogênio líquido e o reagente para realizar o DNA. Segundo a Polícia, a falta de nitrogênio e reagente acontece em razão das restrições orçamentárias conjunturais.

O crime
A cantora Loalwa Braz, de 63 anos, conhecida pela música "Chorando se Foi", do grupo de lambada Kaoma, foi brutalmente assassinada no início do ano em Saquarema.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe