Publicidade

Dengue, zika e chikungunya somam 52 casos por dia no Estado

O Ceará registra 52 casos de arboviroses – doenças transmitidas por insetos, incluindo o Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue, zika e chikungunya – por dia.
O número é referente aos primeiros 83 dias de 2017, o que deixa a população cearense em estado de alerta, sobretudo com o aumento da chuva, fato agravante para a proliferação do aedes.
De acordo com informações do último Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), foram confirmados 4.283 casos das três arboviroses no período de janeiro a 24 de março. Das três doenças, a dengue lidera com 2.387 casos confirmados, de 12.932 notificações, em 151 dos 184 municípios cearenses, representando 82%.
Mesmo assim, conforme análise da Sesa, houve uma redução em comparação com igual período do ano passado, quando foram registrados 6.891. Até o momento, a dengue não fez óbito, tampouco registro de forma grave, como assinala o Boletim Epidemiológico da Sesa.
Em segundo lugar, aparece a chikungunya, que responde por 1.867 casos confirmados, com um óbito registrado em Fortaleza.

Predominância entre mulheres
A faixa etária mais afetada é entre 20 e 59 anos, com predominância entre mulheres (61,4%). Os municípios com o maior número de registros são:

- Baturité,
- Aracoiaba,
- Independência,
- Ocara,
- Groaíras,
- Canindé,
- Pentecoste,
- Caucaia.
- Cascavel.

Dos 371 casos suspeitos de zika, doença que começou a aparecer em 2015, somente 29 foram confirmados, e não há registro de óbito, segundo dados do Boletim Epidemiológico da Sesa.
A dengue, cujos primeiros casos notificados no Ceará datam de 1986, aparecendo os primeiros registros da forma hemorrágica em 1994, a faixa etária mais prevalente está localizada entre 15 e 49 anos.  As mulheres respondem pela maior incidência (70%).

Os municípios com o maior número de registros são:
- Alto Santo,
- Aracati,
- Brejo Santo,
- Cascavel,
- Catarina,
- Chorozinho,
- Farias Brito,
- Granja,
- Groaíras,
- Horizonte,
- Iracema,
- Ocara,
- São Gonçalo do Amarante.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe