Ex-jogador Clodoaldo está preso por não pagar pensão alimentícia

O ex-jogador de futebol Francisco Clodoaldo Chagas Ferreira, mais conhecido como Clodoaldo, continua preso na Cadeia Pública de Ipu (a 294,2 quilômetros de Fortaleza) pelo não pagamento de pensão alimentícia. A informação foi confirmada pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus).
Clodoaldo foi preso na manhã da sexta-feira (3) por policiais da 3ª Companhia do 7º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Nova Russas, responsável pela área, e transferido para a cadeia. A dívida do jogador chega a R$ 52 mil, segundo a Sejus.
Essa não é a primeira vez que Clodoaldo tem problemas por não pagar pensão alimentícia. Desde 2016, a ex-companheira dele, Francislurdes Vieira dos Santos, reclama pagamento de pensão para a filha.
Em 2004, quando jogava pelo Ituano, foi preso ao final do jogo, ainda em campo, por não pagar a pensão, na partida contra o Ceará, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.
Clodoaldo tem 38 anos e nasceu no Ipu. Seu principal destaque foi no Fortaleza Esporte Clube, time no qual estreou em 2002 e se tornou ídolo da torcida. Nos tempos áureos de sua profissão, o atacante recebeu a alcunha de “matador”.
A carreira dele foi marcada por altos e baixos, principalmente devido a conflitos de sua vida pessoal. Em 2002, ele quase faleceu ao bater o carro na saída de um clube de forró em Fortaleza. Em outra ocasião, foi dispensado pelo Treze de Campina Grande por fugir da concentração e aparecer embriagado no estádio a pouco tempo do início da partida contra o Campinense.

Tribuna do Ceará
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe