Ex-ministro José Dirceu devora livros no presídio para ter redução de pena em Curitiba

Já dizia o velho ditado: cabeça vazia é oficina do diabo. Para não ficar só de papo para cima, o ex-ministro José Dirceu coordena e revisa resenhas de livros de seus colegas de cela no Complexo Médico Penal de Curitiba.
É o que diz nota da coluna Radar On-Line. Dirceu, conhecido por ser bom leitor, trabalha para ajudar os amigos e a si também.
A leitura pode reduzir a pena em presídios, bastando uma resenha por obra.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe