Investigação quer saber quem pagou farra de mais de R$ 120 mil de Lula na Paraiba

A campanha antecipada do ex-presidente Lula no último final de semana no interior da Paraíba, ao participar de ‘inauguração popular’ das obras de transposição das águas do Rio São Francisco, pode dar mais uma grande dor de cabeça para o petista réu em cinco processos na Lava Jato.
A Procuradoria Regional Eleitoral instaurou investigação para verificar se a “festança” – com direito ao lançamento de Lula à Presidência da República – foi fora de época. A procuradoria quer saber, também, quem pagou a farra de Lula, que custou mais de R$ 120 mil.
A “inauguração” teve camarote, com tendas gigantes, ônibus com ar condicionado para levar Lula e outras autoridades até o local das obras, além do jatinho que levou o ex-presidente até a Paraíba. Segundo empresas que prestam serviço de fretamento de aeronaves, um voo como Legacy 600, da marca que levou Lula, custa aproximadamente R$ 100 mil.
A assessoria do ex-presidente afirma que o transporte foi pago pelo PT – se for dinheiro do Fundo Partidário, é ilegal.

Istoé
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe