Publicidade

Jogador Clodoaldo paga parte de pensão atrasada e é solto em Ipu

Após passar seis dias detido em Ipu por dívida de pensão alimentícia, o ex-jogador de futebol dos maiores clubes cearenses Francisco Clodoaldo Chagas Ferreira, o "Clodoaldo Matador", deixou a prisão nesta quinta-feira (09/03). Segundo a Justiça, o atleta acumula R$ 52 mil em repasses atrasados para uma de suas filhas.
A decisão através de alvará de soltura foi concedido pela 13ª Vara de Família (SEJUD III) da comarca de Fortaleza (CE). A justiça  determinou a retirada de seu nome do Sistema de Cadastro de Mandado de Prisão, tendo em vista a satisfação da obrigação alimentar, conforme despacho do referido juízo.
Clodoaldo, de 38 anos, foi preso na sexta-feira (3) na casa dos pais no município de Ipu, no interior do Ceará. Essa não foi a primeira vez em que Clodoaldo acabou preso por não pagar pensão alimentícia a uma de suas filhas, caso semelhante ocorreu em 2004. 
Torcedores, amigos, dirigentes, jogadores, ex-jogadores e jornalistas realizaram uma campanha para ajuda-lo a deixar a prisão. Eles criaram um grupo no Whatsapp para arrecadar a quantia necessária para pagar a dívida. Carlos Henrique, gestor de móveis planejados, um dos idealizadores da campanha, afirmou em entrevista ao site G1 CE que foi feita uma proposta para a reclamante, que é a mãe da criança, no valor de R$ 20 mil.
No futebol cearense, Clodoaldo teve passagens pelo Ceará, Fortaleza, Icasa, Ferroviário e Guarani de Juazeiro. Seu último clube foi o Santa Quitéria, do Maranhão, em 2016. Com a camisa do Fortaleza, Clodoaldo conquistou cinco títulos estaduais. No Ceará foi bicampeão cearense.

Ipu Notícias
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe