Sony estuda tecnologia para fazer celular “sugar” energia; entenda

Celular com a bateria acabando é sempre aquele filme de terror. Vai que você está na saída de uma festa e não tem carga suficiente nem pra chamar um carro no aplicativo. Entretanto, uma patente registrada pela Sony esta semana poderá transformar seu amigo com carga no smartphone em seu “salvador da pátria”. Uma nova tecnologia permitirá que ele “doe” ou que você “roube” um pouco da carga da bateria dele para a sua.
A nova tecnologia não envolve nem fios para que isso aconteça e não precisa exatamente de um outro smartphone – ela pode aproveitar a energia de outros aparelhos eletrônicos, como um microondas ou uma TV.
Desenvolvida pelos pesquisadores norte-americanos James Milne e Charles McCoy, a inovação se baseia na localização, seleção e administração de pontos de acesso capazes de compartilharem, sem fio, energia entre eles.
A tecnologia se baseia em padrões semelhantes ao NFC, que é usada para pagamentos eletrônicos, para a transmissão de energia, indo além do compartilhamento de dados. Mesmo assim, como a pesquisa ainda é recente, ela não deu muitos detalhes de como ou quando ela pode funcionar de forma eficaz.
Até o momento, o NFC é uma solução de curta distância e de baixa potência para a transferência de dados. Para que o pareamento e compartilhamento de informações – sejam dados ou energia – aconteçam bem, eles precisam estar muito próximos um do outro. Além disso, a tecnologia aparentemente ainda não é capaz de deixar este compartilhamento justo, pois para quem envia a energia, a carga perdida na bateria seria muito superior à carga de quem recebe, pois muita dessa energia pode ser perdida no processo.
Portanto, embora a novidade pode parecer animadora, ela não parece nem um pouco pronta para ser levada ao mercado. Ainda assim, o conceito aponta um caminho interessante para o futuro. De qualquer forma, continue levando sua bateria externa ou, pelo menos, o carregador pra usar em alguma tomada qualquer que você encontrar. É o melhor a fazer no momento.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe