Após indícios de agressão, Globo expulsa participante do BBB 17

No mesmo dia em que a Polícia Civil do Rio abriu inquérito para investigar uma possível agressão praticada por Marcos Harter, de 37 anos, contra Emily Araújo, de 20 anos, na 17ª edição do reality show Big Brother Brasil (BBB 17), a TV Globo anunciou na noite desta segunda-feira (10) a expulsão de Marcos. 
A medida foi anunciada pelo apresentador Tiago Leifert: "Hoje tivemos uma nova conversa profunda com a Emily" e "ficaram comprovados indícios de agressão física; no 'BBB' agressão gera expulsão, e a decisão foi tomada: o Marcos está eliminado".
Quando o apresentador anunciou a decisão aos demais integrantes do reality show, Emily caiu em choro. As cenas foram transmitidas ao vivo pela Globo.
Minutos antes do programa, a emissora carioca divulgou nota afirmando que Emily seria submetida a um exame clínico, realizado por um médico da emissora, para avaliar a possibilidade de ter havido lesão corporal. Sendo constatada lesão, Marcos poderia ser enquadrado na Lei Maria da Penha e até ser preso. O caso será investigado pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá (zona oeste do Rio).
A delegada Viviane da Costa, da Deam de Jacarepaguá, esteve nos estúdios da Globo nesta segunda-feira para solicitar as imagens das discussões entre Marcos e Emily. 
Durante a visita, ficou acordado que Emily seria submetida a esse exame e também chamada ao confessionário "a fim de que fiquem claros seus direitos, garantidos pela Lei Maria da Penha, inclusive o de ficar distante de Marcos, se assim o desejar", informou nota da emissora. 
"A partir dos resultados, a Globo anunciará o que fará na edição de hoje do programa", anunciava a mensagem.

Estadão Conteúdo
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe