Ceará é o 14º do País a entrar para a Central de Informações

Ficará mais fácil, rápido, econômico e sem burocracia a retirada de segunda via de documentos como certidões de nascimentos, casamentos e óbitos para quem mora no Ceará e que tenha estes registros situados em outro estado ou cidades do interior.
Isso porque os 475 cartórios cearenses aderiram à Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC). A prestação do serviço começa no dia 1º de maio nas unidades da Capital, da Região Metropolitana de Fortaleza e de Sobral, em seguida, nas de Crato, Juazeiro do Norte e Iguatu e, até o dia 13 de junho, no restante dos municípios do Estado.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe