Fortaleza está fora da decisão do cearense e Ferroviário renasce

O empate era suficiente para tornar o Ferroviário finalista do Campeonato Cearense e foi por esta vantagem que o clube brigou até o fim. E conseguiu. Mesmo terminando a partida com um jogador a menos, o Tubarão segurou o ímpeto tricolor na parte final do jogo e garantiu vaga na decisão, para voltar a decidir um título cearense após 19 anos, além de se garantir na Copa do Nordeste e Copa do Brasil do ano que vem.
Sobrou tensão, faltou futebol. O primeiro chute para o gol demorou 15 minutos para sair e veio de quem não precisava vencer. O meio-campo do Fortaleza foi inoperante e não criou nenhuma jogada para finalização. Pablo e Everton, laterais do Fortaleza, pouco ajudaram.
A baixa produtividade ofensiva do Leão não foi apenas incompetência técnica e tática. O Ferroviário utilizou marcação individual, deixando livre apenas os defensores do adversário, que não conseguia furar o bloqueio. A posse de bola não preocupava o Tubarão da Barra, que mantinha o foco em destruir as investidas do Fortaleza antes mesmo da chance de gol pintar. 
Com a eliminação, o Fortaleza tem um prejuízo ainda incalculável. A crise se agrava ainda mais no Pici. Já o Ferroviário, apesar das dificuldades, mostra sua grandeza e tradição. O Ferrão renasceu.

O POVO Online
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe