História de Santa Quitéria: Naturalidade de Pe. Mororó

Quanto a naturalidade de Padre Mororó, três municípios e um distrito reivindicam a honra de tê-lo como filho, Sobral, Santa Quitéria, Groaíras e Aracatiaçu. Portanto, há ainda uma discussão sobre este aspecto de sua vida.
Padre Mororó nasceu no povoado de Riacho dos Guimarães, hoje Groaíras. Nesta época, Riacho dos Guimarães pertencia à Sobral, logo Padre Mororó seria sobralense.
Porém, com a independência de Santa Quitéria, em 26 de agosto de 1856, Riacho dos Guimarães passou a pertencer a Santa Quitéria. Por tanto, Padre Mororó seria quiteriense. Inclusive, o Hino do Município de Santa Quitéria, composto pela Poetisa Maria Aracy Magalhães Martins, relata este fato.

Terra feliz, que tantos filhos tens
Aureolados sobre o altar da história
De Mororó, o berço tu reténs
Dando ao Brasil o brilho desta glória

Já quando o município de Groaíras foi criado, o povoado de Riacho dos Guimarães passou a sediar o referido município. Assim sendo, Padre Mororó também seria groairense. O Distrito de Aracatiaçu, que pertence ao município de Sobral também reivindica a hora de tê-lo como filho, alegando que parte da fazenda em cuja sede nasceu Padre Mororó hoje pertence a Aracatiaçu.

Cel. Mauro Mororó é aposentado da Aeronáutica, escritor, historiador e colunista do portal A Voz de Santa Quitéria.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe