Índios e policiamento do Congresso Nacional entram em conflito

Policiamento do legislativo federal e índios de diversos estados brasileiros entraram, na tarde desta terça, 26, em confronto. Acampadas em Brasília, tribos de diversos estados brasileiros foram, por volta das 15 horas (horário em que finalizaram passeata em protesto pela demarcação de terras indígenas), atingidas por gás lacrimogênio e bombas de efeito moral em frente ao Congresso Nacional.
Conforme apurado no local, nos primeiros instantes e orientados pelos líderes do ato, os cerca de quatro mil manifestantes presentes não revidaram as ações de repressão. Após as séries de ataques, entretanto, os grupos jogaram flechas em direção à Casa legislativa.
“Índios de Alagoas, Sergipe, Bahia, Rondônia e de muitos lugares do País estão aqui para protestar pela demarcação e regularização das terras indígenas”, disse Ytanã, 43, uma das participantes do ato, que veio de Paulo Afonso, na Bahia, para reivindicar junto aos demais indígenas. Até o momento, os protestantes seguem organizados em frente ao Congresso Nacional.

Kelly Hekally
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe