Publicidade

Eunício lê requerimento para instalação da CPI do BNDES

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), leu em Plenário nesta quarta-feira (24) requerimento para criação de comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar irregularidades nos empréstimos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O pedido teve como primeiro signatário o senador Roberto Rocha (PSB-MA) e reuniu mais de 30 assinaturas, que ainda precisam passar pela conferência da Mesa do Senado.
A CPI contará com 13 integrantes titulares e sete suplentes e terá prazo de 180 dias, prorrogáveis pelo mesmo período, para apurar os créditos concedidos no âmbito do programa de globalização das companhias nacionais, em especial a linha de financiamento específica para internacionalização de empresas a partir de 1997.

Lava Jato
Foi essa linha de crédito do BNDES que permitiu aos irmãos Wesley e Joesley Batista, donos da JBS, internacionalizar a empresa a partir de 2007. Além do financiamento à empresa, o BNDES comprou uma participação na JBS por meio da BNDESpar — braço do banco estatal que compra participações em empresas.
Agora, os líderes partidários precisam fazer as indicações dos nomes que participarão da CPI para que ela seja instalada. A partir da leitura pelo presidente Eunício Oliveira, os senadores que assinaram têm até a meia-noite para retirar o apoio, se desejarem. Se, mesmo com a retirada de assinaturas, o requerimento mantiver o mínimo de 27, a comissão poderá ser instalada.

Agência Senado
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe