FHC diz que PSDB tem 'peças de substituição': "O PT só tem o Lula"

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) afirmou em entrevista recente à rede BBC que o seu partido, o PSDB, tem vários candidatos e peças de substituição para as próximas eleições, algo que sempre foi motivo de críticas à legenda.
"O PSDB sempre foi muito criticado por ter muitos candidatos. Hoje, é o único que tem vários. Os outros, ou têm um, ou não têm nenhum. O PT só tem o Lula como expressão nacional. Isso é bom para ele, mas é ruim, porque não sendo ele [o candidato], quem vai ser?", argumentou o tucano, que também elogiou o atual prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), uma das opções mais populares do partido para os próximos anos: "ele sabe que a linguagem é simbólica, não só racional".
Fernando Henrique criticou ainda a estratégia da defesa do ex-presidente Lula, que depõe nesta quarta-feira (10) ao juiz federal Sérgio Moro, na sede da Justiça Federal em Curitiba, no âmbito da Operação Lava Jato. "O PT transforma fato jurídico comum em campo de batalha. Muitos já fizeram o que ele vai fazer [depor a Moro]", disse.

Governo Temer
Em relação à gestão do atual presidente da República, Michel Temer (PMDB), FHC avaliou como boa a administração da equipe do peemedebista na área econômica, mas criticou a relação com a população.
"Ele conseguiu acertar na área econômica em muitos pontos. A inflação caiu, você tem excesso [superávit] na balança de pagamentos do Brasil, então começou a reequilibrar as finanças públicas. Eu diria que faltou, o que é quase impossível ter, levantar ânimo do País", declarou.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe