Publicidade

Janot pede ao STF que reconsidere pedido de prisão de Aécio e Loures

A Procuradoria-Geral da República recorreu, nesta segunda (22), da decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que indeferiu a prisão preventiva do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e do deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), delatados pela JBS.
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pede a reconsideração da decisão de Fachin e, em caso de negativa, que o recurso seja levado com urgência do plenário do STF.
Segundo Janot, as gravações ambientais e grampos telefônicos demonstram que os parlamentares "vêm adotando, constante e reiteradamente, estratégias de obstrução de investigações da Operação Lava-Jato".

Folhapress
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe