'Magnata do sexo' de São Paulo pretende se candidatar à presidência

O dono do 'Bahamas Club' - famoso ponto de encontro de prostitutas de luxo em São Paulo - Oscar Maroni, pretende se candidatar à presidência assim que for absolvido pela Justiça. O autodenominado 'magnata do sexo' foi acusado quatro vezes de explorar a prostituição e por ser suspeito de colocar em risco o tráfego aéreo no Aeroporto de Congonhas.
"O Brasil está uma zona; e de putaria eu entendo", disse.
De acordo com a coluna 'Rede Social', da Folha de S. Paulo, Maroni detalhou suas as pretensões políticas em sua biografia "O Colecionador de Emoções", que será lançada na próxima quinta (1º). O empresário afirmou que vai entrar na disputa presidencial, caso Michel Temer saia do cargo.


Notícias ao Minuto
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe