Morre cobrador cadeirante que teve 90% do corpo queimado em ataque a ônibus em Fortaleza

O cobrador que teve 90% do corpo queimado durante um ataque a um coletivo, em Fortaleza, morreu na manhã desta segunda-feira (8), de acordo com o Instituto Doutor José Frota (IJF).
José Nunes de Sousa Neto, 56 anos, foi queimado durante um ataque ao veículo em que ele trabalhava, no dia 20 de abril, no Bairro Canindezinho. Na ocasião, ele chegou a ser socorrido para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e depois precisou ser transferido ao IJF.
O ônibus em que a vítima estava foi incendiado em frente a Escola Municipal Jornalista Demócrito Dummar, na Comunidade Jardim Fluminense. Criminosos pararam o veículo e atearam fogo. O cadeirante não conseguiu sair a tempo do veículo e teve o corpo queimado com queimaduras de primeiro e segundo graus.

G1 CE
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe