PV volta a ser a casa dos clubes do Estado após reformas

O estádio Presidente Vargas será a nova casa de Ceará e Fortaleza para o Campeonato Brasileiro. Após receber as requisições referentes às novas exigências do Estatuto do Torcedor, o estádio, que ficou fechado durante todo o Campeonato Cearense, será liberado na sexta-feira para receber jogos oficiais. Após o anúncio da Prefeitura, o PV foi logo escolhido para mandar os jogos dos clubes da Capital.
As diretorias de Vovô e Leão confirmaram ontem na solenidade no estádio, que já solicitaram para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a mudança de todos os mandos de campo do Castelão para o PV. O Vovô terá mando de 19 partidas em casa na Série B, enquanto o Leão, 9 na Série C. A capacidade do PV, após as reformas está em 20.262 pessoas.
A expectativa é que os laudos do CREA, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar sejam entregues até sexta-feira e com isso, o Ceará já possa mandar seu jogo do dia 16, às 21h30 contra o Boa Esporte/MG pela 2ª rodada da Série B, enquanto o Tricolor de Aço o duelo pela 2ª rodada da Série C, contra o Botafogo/PB às 19 horas.
O presidente do Ceará, Robinson de Castro, comemorou a liberação do estádio Presidente Vargas e os ganhos que o clube terá em atuar lá.
"Já pedimos a transferência dos todos os nossos jogos para o PV. O Presidente Vargas é um estádio central, de fácil acesso e uma grande alternativa para termos menos prejuízo que tivemos nesse primeiro semestre. A própria questão do estádio ser caldeirão, a proximidade da torcida empurrando nosso time, pressionando adversário. A torcida alvinegra que estava com saudade do PV, tem mais um motivo para apoiar o time na Série B".
Já o presidente interino no Fortaleza, Marcelo Desidério, afirmou que o clube atuará no PV na 1ª Fase da Série C. "Já solicitamos a CBF a transferência de todos os nossos jogos da primeira fase do Campeonato Brasileiro para o estádio Presidente Vargas. O estádio é importante para os clubes e torcedores, pela facilidade e proximidade, facilitando a vinda do torcedor. Temos convicção que aqui é o palco principal para o futebol cearense", declarou o dirigente.
Com a mudança dos jogos para o PV, as diretorias dos clubes discutirão ainda os valores dos ingressos a serem cobrados, já que os setores são diferentes do Castelão e os custos operacionais para as partidas também.
Os clubes destacaram que os contratos com o Castelão encerrarão no fim de maio e apenas partidas com maior apelo de publico serão eventualmente transferidas para lá.

Diário do Nordeste
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe