Todas as tarifas dos Correios aumentam 7,48%

Uma portaria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações determinou, nesta segunda-feira (8), um aumento de preços que deve impactar o bolso dos clientes dos Correios.
Nas modalidades de Carta Não Comercial, Cartão Postal e Franqueamento Autorizado de Cartas Nacional, objetos com peso superior a 500g terão o mesmo preço de Sedex. Hoje, a modalidade de Sedex é mais cara que carta, PAC e encomenda, mas demora menos para chegar ao destino.
Todas as tarifas da estatal vão subir em 7,48%. O Ministério da Fazenda já havia determinado o reajuste das tarifas em abril, como ocorre anualmente.
O retorno financeiro dos Correios tem diminuído desde 2014. A empresa teve prejuízo de R$ 2,1 bilhões em 2015 e R$ 2 bilhões no ano passado.
Em março, o ministro Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia e Comunicações) ameaçou vender a estatal caso ela não recuperasse sua situação financeira. "Senão vamos rumar para a privatização", afirmou.

Redação Web
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe