Antonio Palocci é condenado a 12 anos por corrupção e lavagem de dinheiro

O ex-ministro Antonio Palocci (PT) foi condenado a 12 anos de prisão pelo juiz Sergio Moro nesta segunda (26). Ministro da Fazenda na gestão Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e da Casa Civil no mandato de Dilma Rousseff (PT), Palocci foi condenado na primeira instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Palocci está preso desde setembro de 2016, acusado de participação em esquema de corrupção envolvendo contratos de sondas com a Petrobras e com a empreiteira Odebrecht. O ex-ministro negocia uma delação premiada com a força-tarefa da operação Lava Jato.
Sergio Moro também condenou outras 12 pessoas, incluindo Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empresa, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e os marqueteiros João Santana e Mônica Moura.
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe