PF faz apreensão em casa de vice da CBF e prende presidente de federação

A Polícia Federal fez operação em Alagoas para investigar suposto uso de Caixa 2 na campanha do vice-presidente da CBF Gustavo Feijó. Durante a operação, seu filho, Felipe Feijó, que é presidente da Federação Alagoana de Futebol, foi preso por porte ilegal de arma. Ele está detido e poderá pagar fiança para ser liberado. A informação é da assessoria da Polícia Federal.
A investigação em relação ao Caixa 2 na campanha de Gustavo Feijó tem origem na CPI do Futebol, comandada pelo senador Romário Farias. Na comissão, foram encontrados e-mails entre Feijó e o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, então vice, discutindo contribuições para a campanha do primeiro em 2012.
Não houve nenhuma contribuição oficial da confederação para a campanha de Feijó. Toda a investigação de Romário foi entregue ao Ministério Público Federal.

UOL
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe