Unesco quer gestão do Centro de Formação Olímpica do Ceará

Está de posse do Governo do Estado uma proposta da Unesco – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura – para a gestão do Centro de Formação Olímpica do Ceará (CFO), equipamento construído ao lado do estádio Castelão, em Fortaleza e destinado ao treinamento de atletas brasileiros com vocação para o esporte olímpico.
Uma fonte ligada ao Palácio da Abolição disse ao blog que a proposta da Unesco contém as palavras mágicas que encantaram o Governo cearense: custo zero para o Estado.
Desconhecem-se, até agora, os detalhes da proposta, que será melhor analisada quando o governador Camilo Santana retornar da Europa na próxima quarta-feira, 28, à noite.
Camilo está nesta segunda-feira na cidade de Frankfurt, em cujo gigantesco aeroporto tem reuniões com a alta cúpula da Fraport, a empresa alemã que ganhou o leilão de concessão do Aeroporto Internacional Pinto Martins.
Amanhã, Camilo Santana estará em Paris, onde tem agendadas reuniões com o Instituto Pasteur e com diretores da Air France-KLM, que é sócia da brasileira Gol Linhas Aéreas. O tema desta reunião será a instalação de um hub no aeroporto de Fortaleza.

Egídio Serpa
    Comente pelo Disqus
    Comente pelo Facebook
#Compartilhe